Effect of full and limited irrigation amount and frequency on subsurface drip-irrigated maize evapotranspiration, yield, water use efficiency and yield response factors uri icon

abstract

  • Os objetivos deste estudo foram: (1) para ava- uate os efeitos da quantidade de irrigação por gotejamento subsuperficial e frequência na produção de milho e eficiência do uso da água, (2) desenvolver funções de produção e quantificar a eficiência do uso da água, e (3) desenvolver e analisar os fatores de resposta do rendimento das culturas (KY) para o milho de campo (Zea mays L.). foram impostas cinco tratamentos de irrigação: tratamento totalmente irrigada (FIT), 25% FIT, 50% FIT, 75% FIT, de sequeiro e um excesso de irri- gação tratamento 125% (FIT). Não houve significativa (P> 0,05) entre freqüências de irrigação independentemente ing o máximo rendimento de grãos; no entanto, pelo regime inferior irrigação com déficit, freqüência de irrigação médio resultou em rendimento de grãos inferior. Houve uma diminuição no rendimento de grãos com a FIT 125% em comparação com o FIT, que teve rendimento estatisticamente semelhante esta- 75% FIT. rentabilidade da taxa de irrigação signifi- cativamente impactado de grãos em 2005, 2006 e 2007, enquanto a freqüência de irrigação foi significativa apenas durante as 2005 e 2006 estações de crescimento (dois anos secos) e o efeito de atuação internacional foi significativa apenas no ano mais seco de 2005 (P = 0,006). Para os dados obtidos a partir de 2005 a 2008, a taxa de rega foi significativa (P = 0,001) e irrigação de freqüência também foi significativa (P = 0,015), mas sua interação não foi significativa (P = 0,207). No geral, não houve diferenças significativas entre freqüências de irrigação em termos de rendimento de grãos. Ky teve variação interanual e médios valores sazonais Ky foram 1,65, 0,91, 0,91 e 0,83 em 2005, 2006, 2007 e 2008, respectivamente, e os dados agrupados (2005-2008) valor Ky foram 1,14.
  • The objectives of this study were to: (1) to evaluate the effects of subsurface drip irrigation amount and frequency on maize production and water use efficiency, (2) develop production functions and quantify water use efficiency, and (3) develop and analyze crop yield response factors (Ky) for field maize (Zea mays L.). Five irrigation treatments were imposed: fully irrigated treatment (FIT), 25 % FIT, 50 % FIT, 75 % FIT, rainfed and an over-irrigation treatment (125 % FIT). There was no significant (P > 0.05) difference between irrigation frequencies regarding the maximum grain yield; however, at lower deficit irrigation regime, medium irrigation frequency resulted in lower grain yield. There was a decrease in grain yield with the 125 % FIT as compared to the FIT, which had statistically similar yield as 75 % FIT. Irrigation rate significantly impacted grain yield in 2005, 2006 and 2007, while irrigation frequency was only significant during the 2005 and 2006 growing seasons (two dry years) and the interacting effect was only significant in the driest year of 2005 (P = 0.006). For the pooled data from 2005 to 2008, irrigation rate was significant (P = 0.001) and irrigation frequency was also significant (P = 0.015), but their interaction was not significant (P = 0.207). Overall, there were no significant differences between irrigation frequencies in terms of grain yield. Ky had interannual variation and average seasonal Ky values were 1.65, 0.91, 0.91 and 0.83 in 2005, 2006, 2007 and 2008, respectively, and the pooled data (2005-2008) Ky value were 1.14.

publication date

  • 2016
  • 2016
  • 2016